Arquivo mensal: outubro 2014

Procedimento para ativação serviço BES Office 365 BUILD 15

Abaixo segue procedimento para ativação do Serviço BES no Office 365

O procedimento está nesta versão Build 15 e o resto do procedimento

Segue abaixo

Habilitar Serviços do Blackberry Enterprise Services no Office 365

Autorização nos Serviços do Blackberry Enterprise Services

Area de gerenciamento do BES

Aguardar o serviço ser provisionado

Escolher o idioma da tela de administração

Leia o contrato até o fim

Concorde e clique em continuar

Após a Concordancia ele criará o ambiente

Clique no login caso você seja administrador do Office 365

Pronto o Serviço de BES está pronto para ser utilizado e gerenciado.

OBS: Este passo é preciso verificar o Aparelho do usuário para associar ao Office 365 e associar o usuário.

Até aqui o procedimento acima foi feito na BILD 15.

O procedimento abaixo foi retirado da BUILD 14 do Office 365 que é o mesmo procedimento na administração do Office 365 build 15.

Será aberto o Portal de Gerenciamento do BlackBerry


Clique em “Criar um Usuário”


Digite o e-mail do usuário que será ativado e clique em pesquisar


Nesse exemplo utilizei a opção “Criar um usuário com senha de ativação”, o que me permite que eu escolha a senha que será gerada para o usuário, mas também pode ser utilizada a opção “Criar um usuário com senha de ativação gerada”, o que faz com que o próprio aplicativo do BlackBerry gere uma senha de ativação aleatória.


Digite a senha de ativação, caso tenha selecionado “Criar um usuário com senha de ativação”. O tempo de expiração de 200 horas foi adicionado manualmente, o padrão é 48 horas.


Para verificar se o usuário foi criado com sucesso, clique em “Gerenciar usuários” e verifique se o usuário que ativou está na lista de usuários ativados.


Feita a ativação do serviço BlackBerry para o usuário do Office 365, é hora de configurarmos o aparelho.

Na tela inicial do aparelho, acesso o aplicativo “BlackBerry World” para baixar o App “Enterprise Activation”


Já no “BlackBerry” World” pesquise o aplicativo “Enterprise Activation”


Após localizar o aplicativo, clique em “Download” ou “Reinstalar”. No meu caso apareceu “Reinstalar porque eu já havia instalado o App para testes anteriormente.


Depois da instalação, o aplicativo “Enterprise Activation” é exibido na lista de aplicativos instalados em “My World”


Na sequência, volte para a tela inicial do BlackBerry e localize o aplicativo “Enterprise Activation” que acabou de ser instalado


Aceite o termo de utilização do Software


Entre com o e-mail do usuário e a senha gerada no ato da ativação do serviço BlackBerry para o usuário


Será exibida uma tela com o Progresso da configuração


Pronto! O aparelho foi ativado e o e-mail do usuário está configurado.


Anúncios

Infográfico: A História de Cloud computing

Este post foi extraído do site www.cloudmarket.com.br do profissional que participou do Conacloud, Diogo Silva.

Acesse o Linkedin dele para conhecer os trabalhos dele e o site dele.

Compartilhando informação, este é um dos princípios legais do ser humano.

Infográfico: A História de Cloud computing

Você conhece a história de Cloud Computing?

A HISTÓRIA DE CLOUD COMPUTING

Cloud Computing já é uma realidade, já existem diversos modelos e utilizações de Nuvem.

Você provavelmente já utiliza diversas aplicações na nuvem diariamente, como ao acessar o seu e-mail, as redes sociais ou armazenar arquivos no Google Drive ou Dropbox.

A tecnologia já esta amplamente difundida, e o interesse por ela é crescente, como podemos ver em um gráfico do Google Trends abaixo, que demonstra o crescimento da pesquisa pelo termo Cloud Computing pelos anos.


Mas como a tecnologia Surgiu? E quem deu o nome de Cloud Computing? E por que o nome “Nuvem” (Cloud)?

A história de Cloud Computing se confunde com a história da computação em si, remetendo ao principio da computação e dos Mainframes.

Vamos fazer uma viagem no tempo para esclarecer essas e outras questões, e descobrir como o conceito de Cloud Computing já existe a muito mais tempo do que imaginamos e ainda ver um incrível infográfico sobre essa história.

Preparem-se para uma Viagem no Tempo.

 História nas nuvens

Cloud Computing: O Conceito

 Muitos acreditam que o conceito de Cloud Computing surgiu próximo dos anos 2000 quando começava a surgir os primeiros modelos que utilizamos hoje.

Os primeiros modelos comerciais surgiram por volta de 2006 quando a Amazon lançou o EC2 e como podemos ver na pesquisa acima do Google Trends, o interesse pelo termo começou a surgir por volta de 2007.

Mas o conceito de Cloud Computing já tinha idealizadores desde a década de 1960, Isso mesmo, há mais de 50 anos!

Isso mesmo Doc, 1960!

John McCarthy


John McCarthy

Em 1961 John McCarthy, Matemático, pesquisador e Cientista da Computação, responsável pela criação do conceito de Inteligência Artificial, e criador da linguagem de Programação LISP disse:

 A computação deve algum dia, ser organizada como um serviço de utilidade pública, bem como o sistema telefônico.

Cada Contribuinte precisará pagar penas pela capacidade que utilizar de fato, mas possuirá acesso a todas as linguagens de programação características de um sistema muito amplo.

Como podemos ver, o conceito de Cloud Computing utilizado hoje em dia de “As a Service” (como serviço) e de pagamento de acordo com o uso (Pay as you use) já era idealizado em 1961.

Joseph Carl Robnett Licklider


Joseph Carl Robnett Licklider

JCR Licklider foi um dos desenvolvedores da ARPANET(Advanced Research Projects Agency Network), projeto do departamento de defesa dos Estados Unidos que é considerada a primeira rede operacional de computadores, o que seria a base apara a Internet.

Em 1962 Licklider já imaginava algo parecido com o que temos hoje:

Uma Rede de Computadores intergaláctica em que todo estariam conectados acessando programas e dados de qualquer lugar.

 A origem do Termo “Cloud Computing”

A utilização do termo “Nuvem” tem origem na Telefonia, quando as empresas de Telecomunicações na década de 1990 começaram a oferecer serviços de dados ponto-a-ponto através de sistemas de VPN (Virtual Private Network), reduzindo seus custos ao oferecer ao cliente a possibilidade de utilizar a infraestrutura da operadora apenas quando fosse necessário, sem a necessidade de circuitos fixos, o que reduzia drasticamente os custos.

O símbolo de “Nuvem” era utilizado para demonstrar para o cliente a parte da infraestrutura que era de responsabilidade do provedor, já que o cliente não tinha a necessidade de conhecer toda a infraestrutura do seu provedor de serviços, apenas a parte que lhe interessava. Sendo assim a Nuvem passou a ser utilizada para representar também a Internet, e por isso acabou sendo adotada também como o símbolo de Cloud Computing, já que a tecnologia é acessada pela internet.


 Exemplo de uso de uma Nuvem para representar uma Rede Abstrata.

As primeiras utilizações do termo “Cloud Computing”

O Technology Review foi atrás da origem do termo e descobriu que uma das primeiras utilizações do termo Cloud Computing foi no final de 1996.

O termo foi utilizado por um Grupo de executivos de tecnologia da Compaq computer, que começavam a traçar um futuro de negócios na Internet e estavam chamando de “Cloud Computing”.

Eles denominaram o movimento dos negócios para a Web de “Aplicativos Habilitados para Computação em Nuvem – Cloud Enable”

Os Principais responsáveis pelo projeto foram o executivo de marketing da Compaq chamado George Favaloro e o técnico chamado Sean O’Sullivan.

Ambos lançaram o documento “Estratégia da Divisão de Soluções de Internet para Cloud Computing” datado de 17 de Novembro de 1996. Clique aqui para ver.

O documento previa que os modelos de softwares da época dariam lugar a serviços habilitados para a Web e diversas outras ideias que foram entrando em pratica nos anos seguintes.


George Favaloro em posso do Plano de Negócios de 1996 da Compaq,

documento que é considerado o primeiro a utilizar o termo Cloud Computing.

Em 1997 o termo “Cloud Computing” é mencionado pela primeira vez no âmbito acadêmico, quando Ramnath Chellappa, professor de Sistemas da informação da universidade do Texas usa o termo durante uma palestra acadêmica em Dallas, nos EUA.

Em Agosto de 2006, o CEO do Google, Eric Schmidt, Utilizou o termo durante o Search Engine Strategies Conference.

Schmidt à época denominou o novo modelo como algo que:

Começa com a premissa de que os serviços de dados e arquitetura devem estar nos servidores. Nós chamamos isso de cloud computing. Eles estarão em uma ‘nuvem’ em algum lugar.

Computação, virtualização e outros elementos de Cloud Computing

Nos anos 60 começavam a serem utilizados os famosos Mainframes, que foram a grande revolução da época, permitindo a realização de cálculos e processamentos nunca antes utilizados.

E já nos anos 70 a IBM lança o sistema operacional V.M (Maquina Virtual), que permitia montar diversos sistemas virtuais em um único nó físico, permitindo que vários usuários trabalhassem em um único Mainframe ao mesmo tempo.

O acesso aos Mainframes era feito através de “Terminais burros” ficando o Mainframe com a responsabilidade de todo o processamento.

O sistema operacional V.M da IBM foi pioneiro e já utilizava conceitos que são os padrões hoje em Cloud Computing, permitindo que cada usuário usasse sua porção de memoria, processamento e outros recursos.


IBMsystem-370, Mainframe que utilizava o Sistema operacional VM

Nos anos 80 e 90 acontece o grande Boom da internet, com o acesso ficando cada vez mais fácil e comum. Com lançamento do PC pela IBM em 1981 e posteriormente em 1984 o lançamento do Machintosh, o processamento estava deixando de ser centralizado, saindo da exclusividade dos Mainframes.

Salesforce e o Primeiro SaaS

 

A Salesforce foi fundada em 1999 por Marc Benioff, ex-executivo da Oracle, e hoje é uma das maiores empresas de Software do mundo, trabalhando exclusivamente com sistemas baseados em nuvem.

Durante seu lançamento a Salesforce lançou o Salesforce.com, primeira solução que oferecia aplicativos empresariais através de um site comum, o que é hoje denominado Cloud Computing, se tornando assim o primeiro SaaS (Software como serviço) do mundo.

O Caso Da Amazon


A Amazon foi fundada em 1995 e teve um forte crescimento no mercado, passando de uma simples revendedora de livros online para uma grande empresa de varejo online, e logo começou a expandir seus domínios pelo mundo, como o amazon.co.uk, do Reino Unido e Amazon.de, na Alemanha.

Devido a grandes picos de acesso sazonais em datas comemorativas como Natal, Dias dos Pais e a Black Friday nos EUA, a Amazon se viu obrigada a investir fortemente em infraestrutura, construindo enormes Datacenters para suportar o trafego desses acessos.

Mas e durante as épocas normais do ano, essa enorme infraestrutura ficaria subutilizada?

Assim surgiu a ideia de disponibilizar para locação os recursos computacionais sobressalentes.

Já em 2002, a Amazon disponibilizava diversos serviços como computação e armazenamento com o Mechanical Turk, que serviam para gerar renda alugando a capacidade de computação ociosa da Amazon.

Em 2006 a Amazon lançou o Elastic Compute Cloud (EC2) que oferecia a possibilidade de adquirir uma completa infraestrutura de TI como serviço, pagando de acordo com o uso, conceito que hoje define o IaaS (Infraestrutura como Serviço).



Com o tempo diversas empresas começaram a utilizar o termo Cloud Computing, incluindo as grandes como Microsoft, Google e IBM, fazendo com que o termo tenha o status que tenha hoje.

Um dos grandes fatores que influenciaram o crescimento e a força de Cloud Computing foi o Mobile.

Os dispositivos móveis quando foram lançados, tinham pouco poder de processamento, mas os Smartphones já contavam com rápido acesso a internet, o que foi fortalecendo a ideia de utilizar o processamento na nuvem enquanto apenas o resultado desse processamento era mostrado na tela do usuário, conceito esse que remete ao da utilização dos Mainframes como dito no começo do texto.

Assim, hoje nós já encontramos soluções na nuvem para praticamente todas as áreas de negócio e surgem novas tecnologias nesse modelo todos os dias.

Infográfico: A História de Cloud Computing

 Click para ampliar


Infográfico por Patrícia Costerus

Gostou do nosso artigo? Comente e compartilhe abaixo.

Obrigado