Arquivo mensal: junho 2016

Azure VM vs Amazon EC2 vs Google CE: Cloud Computing


Os 3 maiores sistemas de nuvem disponíveis: Amazon Elastic Cloud 2, o Google ComputeEngine e Microsoft Azure Virtual Machines.

Vamos explicar as principais diferenças para fazer a escolha mais fácil.

Isto significa que instâncias de VM fornecidas devem ser comparadas como um computador real com a sua CPU, memória, rede, armazenamento etc.

Os recursos de computação são a primeiras coisas a serem comparadas aqui no brasil e, reunimos as diferenças abaixo:

Amazon EC2

Google CE

Microsoft Azure VM

Número de Instancias

39

18

40

Aceleração de CPU

sim

não

sim

Instâncias personalizada

não

sim

sim

Limite de CPU

1 – 40

1 compartilhado – 32 cedicada CPU

1 – 32 CPU

Limite de memoria

0,5 – 244 GB

0,6 — 208 GB

0,75 — 448 GB

Limite de Storages temporário

Up to 48 TB (Múltiplo Discos)

3 TB

2 TB

Redes suportadas

CDN, Direct connection, DNS, Load Balancing, Virtual private cloud network, VPN Gateway

Lista de preços

Amazon

Google

Azure

 

Configurações alta performance pode não estar disponível em algumas regiões, e as características de instância são pré-definidas, exceto para o Google Compute Engine, onde é possível fazer sua própria camadas VM. Para o armazenamento permanente de dados, as 3 plataformas em nuvem usar serviços externos.

VM Escalabilidade

Você pode não só pode reduzir ou diminuir a capacidade das VMs como também adaptar os seus recursos de computação para as suas necessidades.

• Amazon EC2 podem ter escalabilidade e redimensionar uma máquina virtual.

O Autoscaling tarefa consiste em manter-se um número desejado de instâncias, diminuindo e aumentando sob demanda. O Amazon Auto-scaling também é útil porque a sua capacidade de manter VMs saudável, reiniciando quando necessário. O redimensionamento pode ser feito em cliques, quando a instância foi parada, mas o processo tem um monte de problemas de virtualização, para a plataforma e compatibilidade de rede. A recomendação pode ser mais fácil fazer backup das VMs e criar uma nova instância.

• Microsoft Azure As funções de redimensionamento de VMS da Microsoft Azure através de grupos de Disponibilidade no novo portal do Azure são mais fáceis de utilizar do que os outros players de mercado. As adições de maquina virtuais podem ser facilmente adicionadas.

• Google CE fornece auto-scaling horizontal, adicionando ou removendo novas instâncias em um grupo administrado de VMs. Eles são criados a partir da mesma instância do modelo. Ele apela para a vasta gama de dimensionamento e políticas disponíveis, que podem ser amarrados a qualquer métrica de Monitoramento Google Cloud. Assim VM pode ajustar a sua capacidade em critérios personalizados. Qualquer instância pode ser redimensionada usando o console, gcloud ou API, mas você deve parar a máquina antes.

Convidados e suporte de aplicativos

Os 3 players de mercado devem ser bem estudados para camadas de aplicações pois elas podem não funcionar corretamente, principalmente com aplicações não feitas para web.

Sistemas operacionais suportados pelos Players de mercado

Amazon EC2

Google CE

MS Azure VM

Operating Systems
CentOS

V

V

V

CloudLinux

V

X

X

CoreOS

V

V

V

Debian

V

V

V

FreeBSD

V

V

V

openSUSE

V

V

V

Oracle Linux

V

X

V

RHEL

V

V

V

SLES

V

V

V

Ubuntu

V

V

V

Windows Server

V

V

V

Databases
MySQL

V

V

X

Microsoft SQL Server

V

X

V

MariaDB

V

X

X

Oracle

V

X

V

Hadoop

V

V

V

NoSQL

V

V

V

As arquiteturas de sistema operacional suportados podem variar de um player para outro e de região para região.
Por isso, vale a pena tentar todos os sistemas de graça para verificar se a sua plataforma favorita está disponível antes de se mudar para a nuvem.

Disponibilidade

Depois de escolher a plataforma de nuvem direita, você precisa ter certeza de que os dados estarão sempre disponíveis.
São garantidos pelo Acordo de Nível de Serviço (SLA) pelos players de mercados citados, que é assinado com os termos do sistema de utilização.
Ele atribui a responsabilidade uma série soluções técnicas e garantias para a qualidade de suas instalações.
Se este contrato for violado, o usuário obtém alguns benefícios:

• Amazon EC2 SLA (Service Level Agreement) oferece um desconto de 10% se VM foi para baixo por mais de 0,05% de tempo de todo o mês.
30% de crédito está disponível se você não foram capazes de acessar a máquina por mais de 1% do mês.
O tempo de inatividade mínimo contada é de 1 minuto.

• Microsoft Azure SLA são os mesmos que da Amazon, com distinção em crédito máximo – apenas 25%

• Google CE SLA oferece um crédito, se uma instância não estava disponível para mais de 5 minutos consecutivos. Para 0,05-1% o tempo de inatividade mensal que você ganha 10% de desconto, por 1-5% – 25% de desconto, e por 5 +% – 50% de desconto

Ferramentas de backup

Mas, por mais sistemas de nuvem que duráveis são, não pode falhar, os recursos de backup não são menos importantes do que o tempo de inatividade:

• Amazon EC2 oferece duas maneiras principais de apoio – de criação de imagens e snapshots. Ambas as variantes fazer uma cópia do volume.
Além disso, eles são armazenados em diferentes serviços em nuvem da Amazon e se paga uma taxa extra.
Backup de arquivos também está disponível, e é muito mais rápido, mas precisa de scripts e ferramentas adicionais para automação.

• Google CE tem o seu próprio serviço de backup, que permite armazenar até 7 instancias de graça.
O Google também tem recurso de log binário que permite executar a recuperação point-in-time – rebobinar a sua máquina para qualquer período desejado, não só para “apenas backup” do momento. É Sensacional.

• Microsoft Azure tem todos os recursos listados acima, que podem ser adicionalmente realizados pela sua ferramenta de backup Azure e serviços de recuperação. A única ressalva do Azure backup é que funciona só com seus workloads.

Então faça o backup da Imagem ou contrate um plano de backup como Cloudberry que é multinuvem.

O Backup Cloudberry faz o seu melhor para dar o máximo de flexibilidade. Ele pode não só servidores de ação real virtual e de backup, mas também cross-recuperação de backup como uma máquina virtual em uma nuvem. Além disso, Cloudberry não está vinculado a qualquer serviço de armazenamento, assim você pode escolher por si mesmo onde armazenar backups. Agora ele suporta Amazon EC2 e Microsoft Azure VM de nível restaura; suporte do Google CE está chegando.

Então o que escolher?

É bastante óbvio que não há nenhum campeão – cada fornecedor nuvem tem características únicas e atraentes ofertas com prós e contras. Nós criamos uma tabela de comparação rápido para ajudá-lo a escolher:

Amazon EC2

Google CE

Microsoft Azure VM

Número de Instancias Templates avaliados

39

18

40

GPU

Sim

não

não

Customização de instancias

sim

sim

não

Limite de CPU

1 – 40

1 Shared – 32 dedicated CPU

1 – 32 CPU

Limite de memoria

0,5 – 244 GB

0,6 — 208 GB

0,75 — 448 GB

Limite de Stoarages

Up to 48 TB (Multiple Disks)

3 TB

2 TB

Redes suportadas

CDN, Direct connection, DNS, Load Balancing, Virtual private cloud network, VPN Gateway

Número de OS Suportadas

11

9

9

Número de banco de dados

5+

3

3

Autoscaling

Yes, clone building

Yes, clone building

Yes, presettable group

Size change

Available

Available

Available

Nível de SLA

Credit for 1+ minutes downtime, max monthly credit: 30%, uptime SLA: 99.95%

Credit for 5+ consecutive minutes downtime, max monthly credit: 50%, uptime SLA: 99.95%

Credit for 1+ minutes downtime, max monthly credit: 25%, uptime SLA: 99.95%

Veja Trial para testar

Yes, time-limited on one instance

Yes, time and resource limited on any instance

Yes, time and resource limited on any instance

  • Fonte traduzida de Cloudberry Labs