Arquivo da categoria: Uncategorized

Comando de Defesa Cibernética do Exército Brasileiro coordena treinamento contra ataques cibernéticos

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação

No último dia 3 de julho, foi iniciado um treinamento simulado de proteção a ataques cibernéticos, denominado Exercício Guardião Cibernético, voltado aos setores financeiro e nuclear.  A atividade é realizada utilizando o Simulador de Operações Cibernéticas (Simulador Virtual – SIMOC). O treinamento foi finalizado no dia 6 de julho de 2018 e ocorreu no Forte Marechal Rondon, Setor Habitacional Taquari, Lago Norte, Brasília (DF).

O Simulador Virtual possui alguns eventos cibernéticos, tais como: uma grade de ações de agentes maliciosos nos setores financeiro, defesa e nuclear. Para tomar decisões sobre esses evento, cada grupo utilizou um software livre, o Request Tracker, configurado pelo ComDCiber (Comando De Defesa Cibernética). Dessa forma, os participantes foram treinados para responder aos crimes virtuais e as vulnerabilidades de seus sistemas.

“É virtualmente impossível proteger a todos os ativos de uma nação sem trabalho colaborativo. Temos que trabalhar incansavelmente para reduzir nossas vulnerabilidades, porque, nesse…

Ver o post original 184 mais palavras

Bloqueio de IMAP, POP e outros aplicativos herdados do Office 365 usando o acesso condicional do Active Directory do Azure

Olá pessoal

O acesso condicional do Active Directory do Azure tem um novo recurso, atualmente em pré-visualização, que permite aos clientes bloquear aplicativos e protocolos legados, como POP, IMAP ou qualquer coisa que não suporte autenticação moderna.

Veja um exemplo de como isso é útil para clientes do Office 365 . Nesse caso, o usuário Dave Bedrat é solicitado para autenticação de vários fatores ao acessar sua caixa de correio do Exchange Online usando o Outlook na Web. Esse aviso é causado por uma regra de acesso condicional no Azure AD que exige autenticação de vários fatores se o usuário estiver se conectando de um computador sem domínio.

No entanto, o uso do cliente de e-mail Thunderbird para se conectar à caixa de correio por meio do IMAP, que usa autenticação básica, é bem-sucedido.

Se o IMAP fosse o único problema, você poderia simplesmente desabilitar o protocolo IMAP em todas as suas caixas de correio do Exchange Online e usar um plano de caixa de correio para desabilitá-lo para qualquer nova caixa de correio . Mas isso não resolve o problema para outros cenários básicos de autenticação. É aí que o novo recurso de acesso condicional do Azure AD para bloquear aplicativos herdados é útil.

Crie uma política de acesso condicional para os usuários e aplicativos na nuvem que você deseja controlar. Na seção Aplicativos cliente da política, você pode selecionar Outros clientes (veja a captura de tela acima), que inclui aplicativos de autenticação legados e básicos que usam protocolos como POP e IMAP.

Você pode usar uma regra de acesso condicional para bloquear aplicativos herdados, mas não é possível usar nenhum dos outros controles, como a exigência de autenticação de vários fatores ou a exigência de dispositivos compatíveis. Todos esses controles dependem da autenticação moderna. Portanto, uma implementação prática desse novo recurso seria configurar uma regra de acesso condicional separada do Azure AD para bloquear todos os aplicativos herdados. Se necessário, você pode definir exceções nos usuários ou nos locais de rede que ainda podem usar protocolos herdados.

A Microsoft documentou esse recurso aqui, incluindo uma FAQ. É possível levar até 24 horas para que uma nova política de acesso condicional comece a bloquear clientes legados. Nas primeiras horas de implementação da política, ainda consegui me conectar com o cliente de e-mail Thunderbird. Quando tentou novamente 24 horas depois, as conexões IMAP estavam sendo negadas.

Espero ter ajudado vocês.

Até o próximo post.

Programa MVP e MVP Reconnect

mvp

reconnect

Quando comecei a postar na internet no Blog do WordPress, redes sociais e outros meios eletrônicos, foi uma maneira de guardar todos projetos que já trabalhei diretamente e indiretamente.
Foi tudo de maneira sem compromisso nenhum, mas todas as vezes que iniciava um projeto de alguma maneira eu tinha um histórico genérico, rico e com detalhes.
Alias a gente não guarda nada na cabeça, tem que registrar em algum lugar.
Trabalhando sempre com linux vi uma oportunidade de aprender Microsoft e também melhorar a carreira pois o mercado de TI muda muito com o tempo.

O blog começou a bombar, aprendi, comecei a dominar e ainda domino varias ferramentas, Windows Server, Exchange, SharePoint, System Center dentre outras, depois veio nuvem AWS, BPOS que se tornou Office 365, e agora esta uma gigante suite impressionante, e veio o Azure no qual me identifiquei na hora.
Nesta época de Office 365 e inicio do Azure comecei a utilizar o forum technet e me interessar e ajudar nas respostas na comunidade e também participar de vários eventos. Afinal era o que pagava meu salario e me interessava muito SaaS e Cloud. Comecei a me interessar pelo programa MVP em 2012 e fui me inscrevendo mesmo não sabendo realmente o que o programa era.

Em resumo o programa é destacar profissionais com conhecimento técnico elevado, evangelizar a ferramenta ou serviço que você domina e ajudar a comunidade técnica. Em outro olhar mais detalhista é também divulgar comercialmente ferramentas e serviços da Microsoft pois você está a frente de uma gigante do mercado de tecnologia queira ou não vendendo seu peixe indiretamente ou não, por uma parceira, com a sua empresa ou em um grande player de mercado.

Entrar no programa MVP demorou pelo fato de tecnicamente estar crescendo naturalmente, mas também foi tão legal entrar pois estava no auge da maturidade profissional e técnica. Repetindo, veio naturalmente.

Continuei com meus posts, agreguei valor com webcasts e apresentações mais contundentes pois tinha informações quentes da fonte (Microsoft) isso ajuda. Ainda mais quando o interesse investigativo meu sempre foi ao nível hard.
Cresci profissionalmente, virei professor de CLOUD e depois de CLOUD AWS. Coisa que nunca pensei em ser. Me deu prazer.

Ser MVP também te traz algumas responsabilidades, de atender o programa e estar bem ativo, atender a comunidade na medida do possível. Isso é um requisito que no meu conceito não pode se perder. Como eu disse tudo que fiz na vida foi tudo com busca em em um equilíbrio. Dependendo do seu crescimento profissional, pessoal isso precisa pesar na balança pois o tempo é primordial.

O programa teve algumas mudanças, fiquei 3 anos no programa e agora o ciclo de MVP se encerra. Mas a Microsoft devido o numero de MVPs ser grande criou um outro programa que é o MVP Reconnect, que é uma forma de ainda agregar valor e continuar com os MVPS no radar.

Outro ponto é que o programa você pode retornar a titular do programa, onde eu desconhecia e isso é relevante.

Continuarei a realizar meus posts, webcasts e apresentações como nunca parei, desde antes de ser MVP e agora como MVP Reconnect. Nem se não fosse continuaria.

O mais legal do programa não é o programa é o network que você constrói, as amizades, os trabalhos que são gerados, as aulas que são dadas, os eventos que são realizados e no fim deles as risadas dadas, o quanto que você evoluiu na carreira.

Não estou chateado, pelo contrario estou feliz por que impactei “gigantemente”, o numero de views, acessos impressionantes, que nunca pensaria ou imaginaria que chegaria.

As organizações estão mudando muito, as profissões estão mudando muito, os ciclos se encerram e novos vem para você nunca ficar na mesmice.

Vou ao MVP Reconnect com muito prazer e sem vergonha.

A comunidade que atendo sempre estaremos juntos

Até mais.

Os 13 principais serviços de nuvem da empresa na China


Empresas internacionais são frequentemente desafiadas pelas condições regulatórias locais e quando tentam expandir seus negócios online na China. Os serviços aos quais as empresas estrangeiras estão acostumadas geralmente não estão disponíveis ou não funcionam bem na China. Todos os provedores de serviços on-line que trabalham no espaço digital chinês parecem concordar que é melhor atender os clientes chineses da China. Encontrar o provedor de nuvem correto é uma tarefa difícil. O mercado de nuvem chinês é complexo, onde várias empresas estão competindo e a maioria delas não é conhecida fora da China. Neste artigo, listamos e apresentamos brevemente 13 serviços de computação em nuvem chineses para servir como ponto de partida quando você começa a comparar provedores de nuvem locais. A ordem das empresas não indica nossa preferência nem a qualidade do serviço.

1. Alibaba Cloud (阿里 云):


O Alibaba Cloud é o maior provedor de serviços de nuvem pública da China e o quarto maior provedor de hospedagem do mundo. Os gigantes da internet locais fornecem uma grande variedade de produtos e serviços:

  • Computação elástica
  • Serviço de contêiner
  • Gerente de segurança
  • Bancos de dados
  • Armazenamento e CDN
  • Big Data Services
  • Networking
  • Gerenciamento e Monitoramento
  • Serviço de segurança
  • Registro do Domínio
  • Datacenters dos EUA / Austrália / Cingapura / Japão

O Alibaba Cloud tem site chinês e inglês, no entanto, recomenda-se passar por ambas as versões linguísticas, já que a versão chinesa tem ofertas mais ricas.
https://intl.aliyun.com/

2. Serviços Abertos Meituan (美 团 云)


A Metiuan na China é conhecida principalmente por seu serviço de compra em grupo e entrega de comida. No entanto, nos últimos anos, eles estabeleceram um portfólio sólido de serviços em nuvem. Meituan Open Services incluem:

  • Armazéns
  • Bancos de dados
  • Networking
  • Big Data Services
  • APIs compatíveis da AWS
  • Hospedagem e networking
  • Serviços de segurança

O site MeiTuan Open Services só está disponível em chinês no momento.
https://mos.meituan.com/

3. Tencent Cloud (腾讯 云)


A Tencent é a maior empresa de jogos do mundo e também conhecida como a empresa por trás das redes sociais mais populares da China, a WeChat e a QQ.Com seu principal concorrente, o Alibaba, eles estão lutando em várias frentes e a computação em nuvem não está isenta delas. Os serviços da Tencent Cloud incluem:

  • Serviços de computação e rede
  • Armazenamento e CDN
  • Serviços de banco de dados (Mondgo DB, Redis DB)
  • Soluções de segurança e defesa na nuvem
  • Monitoramento e Gerenciamento
  • Serviços de segurança
  • Big Data e soluções de inteligência artificial
  • Serviços de Vídeo
  • Datacenters dos EUA / Hong Kong / Cingapura

O site da QCloud está disponível apenas em chinês no momento.
https://www.qcloud.com/

4. UCloud


A UCloud, sediada em Xangai, é uma das principais empresas no complexo mercado de nuvem da China. A UCloud impulsiona 10 datacenters em todo o mundo e 11 no mercado interno, fornecendo serviços para mais de 20.000 usuários corporativos.

  • Computação: VM / Container Services
  • Networking
  • Base de dados
  • Armazenamento e CDN
  • Big Data Analytics
  • Soluções de Marketing Digital
  • Serviços de segurança
  • Data center dos EUA

O site da UCloud está disponível em inglês.
https://www.ucloud.cn/en

5. QingCloud (青云)


A QingCloud foi lançada em 2013, fornecendo serviços flexíveis baseados em IaaS e garantiu US $ 100 milhões em Série C neste ano, impulsionando os investimentos adicionais da empresa em desenvolvimento de infra-estrutura e construção de infraestrutura. Os serviços da QingCloud incluem:

  • computação flexível e escalável (imagem e instância)
  • VPC, IPs elásticos, rede de balanceador de carga
  • Serviços Avançados de Armazenamento
  • Instantâneo de armazenamento
  • Banco de dados: RDB, MongoDB e cache.
  • Big Data Services
  • Segurança
  • Ferramentas de gerenciamento
  • API aberta
  • Centro de dados dos EUA

O site da Qing Cloud é parcialmente (todas as páginas principais) traduzido para o inglês.
https://www.qingcloud.com/

6. Huawei Enterprise Cloud (华为 企业 云)


A Huawei é a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações e a 6ª maior fabricante de smartphones do mundo. Os serviços da Huawei Enterprise Cloud incluem:

  • Computação em nuvem: Elastic Cloud Server, serviço de espelhamento
  • Armazenamento
  • Soluções de Rede
  • Gerenciamento de nuvem e serviços de implantação
  • Serviços de segurança Limpeza de tráfego anti-DDoS, Scanner de vulnerabilidades da Web, Firewall de aplicações Web
  • Serviço de Banco de Dados Relacional
  • Big Data Analytics (Hadoop)
  • Aplicativos Corporativos: Cloud App Engine, Cloud Desktop, Nuvem de Desenvolvimento de Software
  • Nuvem exclusiva com dispositivo físico dedicado
  • API Cloud

O serviço Huawei Enterprise Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
http://www.hwclouds.com/

7. NetEase Cloud (网易 蜂巢)


A NetEase é uma empresa de tecnologia da Internet que fornece uma ampla gama de serviços online focados principalmente em conteúdo, comércio e jogos. A empresa foi criada em 1997, desde então, teve um papel importante no desenvolvimento de serviços online na China. Os serviços da NetEase Cloud incluem:

  • Serviço Container Docker
  • Nuvem elástica
  • Serviço de Banco de Dados Relacional
  • Serviço de Cache
  • Armazenamento de Objetos
  • Serviços de segurança: contêineres multicamadas, cluster inteligente e proteção de banco de dados
  • Serviços de Operação e Manutenção: Monitoramento de Desempenho e Serviço de Log

O serviço NetEase Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
https://c.163.com/

8. Western Digital (西部 数码)


A Western Digital se posiciona como um balcão único para empresas da web.A empresa oferece uma variedade de serviços, desde registro de domínios, desenvolvimento da Web até serviços de computação em nuvem:

  • Serviço de nomes de domínio: transferência, registro,
  • Negociação de nomes de domínio
  • Web Hosting Cloud Server: host Linux, host Java, continente, HonKong e locais dos EUA
  • Hospedagem VPS
  • Soluções Flexíveis em Nuvem
  • Hospedagem de Servidores Dedicados

O serviço Western Digital Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
http://www.west.cn/

9. Nuvem de Elefante (象 云)


A Elephant Cloud foi criada em 2013 em Pequim. Eles mantêm três grandes datacenters na China e concentram-se fortemente na segurança de hardware e software. O serviço da Elephant Cloud inclui:

  • Aluguer apenas de hardware
  • Serviço na nuvem
  • Soluções de Rede
  • Armazenamento em nuvem e backup na nuvem
  • Distribuição de conteúdo
  • Monitoramento na nuvem
  • Serviço de segurança na nuvem

O serviço Elephant Cloud só está disponível em chinês no momento.

http://www.xiangcloud.com.cn/

10. Baidu Cloud (百度 云)


O Baidu é conhecido principalmente por sua plataforma de mecanismo de pesquisa líder de mercado na China. A empresa foi fundada em 2000 e em 2007 tornou-se a primeira empresa chinesa a ser incluída no índice NASDAQ-100. Os serviços da Baidu Cloud incluem:

  • Computação e networking
  • Armazenamento e CDN
  • Base de dados
  • Serviços de segurança
  • Análise de Big Data / Aprendizado de Máquina
  • Serviço IoT
  • Serviços de Aplicativos
  • Gerenciamento de Domínios

O serviço Baidu Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
https://cloud.baidu.com/

11. E Cloud (天翼 云)


A E Cloud foi estabelecida como filial de provedores de serviços de computação em nuvem da China Telecom em 2012. A E Cloud está alavancando a gigantesca infra-estrutura de telecomunicações para fornecer um serviço de computação em nuvem confiável e flexível. Os serviços da E Cloud incluem:

  • Nuvem elástica
  • Nuvem híbrida
  • Big Data Services
  • Networking
  • Armazenamento
  • Entrega de conteúdo
  • VPC
  • Área de trabalho virtual

O serviço E Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
http://www.ctyun.cn/

12. Grande Nuvem (盛大云)


O serviço da Grand Cloud baseada em Xangai foi disponibilizado pela primeira vez ao público em 2011. Desde então, a Grand Cloud estava atendendo a clientes de uma ampla variedade de setores, como fornecedores de serviços públicos, plataformas de jogos e educação. Seus serviços incluem:

  • Cloud Computing
  • Armazenamento em nuvem flexível
  • Rede de distribuição de conteúdo
  • Networking
  • Base de dados
  • Enterprise Cloud

O serviço Grand Cloud está disponível apenas em chinês no momento.
http://www.grandcloud.cn/

12 + 1. KS Cloud (金山云)


A KS Cloud foi fundada em 2012 como uma subsidiária da Kingsoft, que é conhecida principalmente por seu produto de escritório multi-plataforma, o escritório WPS. Os serviços da KS Cloud incluem:

  • Serviço de Computação Elástica
  • Nuvem Física elástica
  • Soluções de Rede
  • Base de dados
  • Armazenamento e entrega de conteúdo
  • Análise de Big Data
  • Serviço de segurança na nuvem
  • Serviços de vídeo e jogos
  • Enterprise Cloud Service

O serviço KS Cloud só está disponível em chinês no momento.
http://www.ksyun.com/


O flow.ci é um serviço de integração e entrega contínua hospedado, projetado para equipes que precisam de uma solução flexível e escalável, mas preferem não manter sua própria infraestrutura. No flow.ci , pipelines de desenvolvimento ou fluxos de trabalho de automação são chamados simplesmente de fluxos. Em um fluxo, cada etapa é um plugin que pode ser adicionado por dois cliques. Você pode adicionar tantas etapas ao seu fluxo quanto precisar, e não há limite de tempo nas construções.

Fonte traduzida do site https://medium.com/@flow.ci?source=post_header_lockup


(LABORATORIO) ATIVANDO TS SERVER (RDS) 2008 R2 / 2012 e 2016 EXTERNO ILIMITADO.

 Olá pessoal
Laboratório realizado no Windows Server 2008, 2012 e 2016
rdp

Terminal Server Ilimitado Windows 2008

Ola pessoal, este é mais um post para os administradores que desejam quebrar o limite de terminal server em seu Windows Server 2008 *, lembro que este processo é somente para voce realizar testes, uma vez que para voce estar dentro da “Lei” tera que pagar a Microsoft as Cal’s de licença do Windows, então utilize estas dicas apenas para testar seu Terminal Server 2008 para fins de estudo.

Vamos partir com o Seu Windows 2008 ja esteja instalado e “ativado”.

1 – Primeiramente voce devera instalar os serviço de Terminal Server, va ate o gerenciador do servidor e seleciona a função (Serviços da area de trabalho remota) conforme a imagem abaixo.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

2 – Apos marque apenas as funções (Host de Sessão da Area de Trabalho Remota e o Licenciamento de Area de Trabalho Remota) conforme a imagem abaixo.

P.S. Se voce desejar instalar outros serviços remotos, acrescente-os depois que ativarmos o Terminal Server.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
3 – Marque o nivel de autenticação baixo conforme imagem abaixo e prossiga com a instalação.
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

4 – Em seguida deixa selecionada a opção de licenciamento via usuario conforme imagem abaixo.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
5 – Os proximos passos nada muda, so avançar e avançar e aguardar o windows reiniciar (novidade!!! rsrs).
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

6 – Apos o retorno do Windows ele voltara com uma tonelada de informações e xingando voce que nao encontrou o servidor de licenças e ainda colcando voce na parede que em 119 dias ira acabar com a brincadeira… rsrs. Desconsidere tudo e feche as janelas.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

7 – Navegue ate o Gerenciador de Licenciamento da area de trabalho remota (Iniciar – Ferramentas Administrativas – serviço da area de trabalho remota – Gerenciador de Licenciamento da area de trabalho remota) ate encontrar o certificado conforme imagem abaixo

P.S. Por questão de privacidade o nome do meu servidor sera ocultado nos print’s abaixo.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
8 – Clique com o botão direito do mouse sobre o certificado e selecione (Ativar Servidor), na proxima tela avance e selecione o metodo de ativação via Navegador Web e clique em avançar conforme imagem abaixo
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

9 – Nesta proxima etapa sera apresentado seu numero de serie do produto e uma caixa para inserirmos um numero de liberação, então devemos acessar o link conforme mostra na tela https://activate.microsoft.com/ com a pagina aberta selecione o idioma de seu Windows 2008 no meu caso Portugues Brasil clique em Next

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

10 – Nesta etapa sera solicitado alguns dados, preencha somente os com *. O product ID insira o numero apresentado na imagem 2 abaixo. E as demais informações apos clique em Next, verifique se esta tudo preenchido corretamente na proxima etapa e clique em next novamente.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
 Imagem 1
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
 Imagem 2
11 – A microsoft ira lhe enviar umas informações conforme imagem abaixo, o codigo que esta dentro da caixa em vermelho devera ser inserido na imagem 2 etapa 10 dentro de seu servidor.
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
 12 – Assim que voce inserir os dados sera informado que o servidor de licenças foi ativado, agora DESMARQUE a caixa de seleção (Iniciar Assistente para instalação de Licenças agora) e clique em concluir.
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
13 – Agora seu certificado esta ativado e funcionando… Mas ainda nao terminamos…
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012

14 – Nesta proxima etapa vamos informar o servidor de licenças, entao abra o gerenciador do servidor – Serviços da area de trabalho remota  – Configuração de Host de Sessão de Area de Trabalho Remota, no menu central efetue um duplo clique no Servidores de licença da Area de Trabalho Remota, conforme imagem abaixo.

ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
15 – Sera apresentado uma mensagem informando que nao foi encontrado o servidor de licença de terminal etc… Entao voce feche a mensagem e clique em adicionar servidor conforme imagem abaixo.
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
16 – Em seguida sera visualizado o nome de seu servidor voce devera seleciona-lo na parte da esquerda do menu e apos clicar em adicionar, o nome de seu servidor ficara no lado direito da tela entao clique em ok.
ATIVANDO TS SERVER 2008 R2 / 2012
17 – E para finalizar realize o restart de seu servidor de Terminal Service.
OU
Esse numero de acordo abaixo não e recomendado sendo responsabilidade do usuário usar ou não o mesmo.

 

PARA ADICIONAR LICENÇAS DE CLIENTE AO SERVIDOR DE LICENÇAS

  1. Clique em IniciarFerramentas AdministrativasServiços de Terminal e em Gerenciador de Licenciamento TS.
  2. Clique com o botão direito do mouse no servidor de licenças no qual deseja instalar as TS CALs e clique em Propriedades.
  3. Na guia Método de Conexão, verifique se o método de conexão para o servidor de licenças dos Serviços de Terminal está definido para Conexão automática (recomendado) e clique em OK.
  4. Na árvore do console, clique com o botão direito no servidor de licenças dos Serviços de Terminal em que você deseja instalar as TS CALs, clique em Instalar Licenças, para abrir o Assistente para Instalar Licenças, e clique em Avançar.
  5. Na página Programa de Licenciamento, selecione o programa através do qual você adquiriu as TS CALs e clique em Avançar.O programa de licenciamento que você selecionar determina que informações você deverá fornecer na página seguinte. Na maioria dos casos, isso inclui um código de licença ou um número de contrato. Para mais informações, consulte a documentação fornecida quando você adquiriu as TS CALs.
  6.  chave do acordo:  9134478
  7. Insira o numero de licenças
  8. Insira as informações do programa de licenciamento e clique em Avançar.
  9. Na página Tipo de Licença e Versão do Produto, selecione a versão apropriada do produto, o tipo de licença e a quantidade de TS CALs para o ambiente, de acordo com o contrato de aquisição de TS CALs, e clique em Avançar. As TS CALs são instaladas automaticamente no servidor de licenças.
  10. Na página Concluindo o Assistente para Instalação de Licenças, clique em Concluir.

WordPress em plafaforma linux no Azure

Olá pessoal

Já postei aqui https://fabiosilva.com.br/2017/01/02/wordpress-como-plataforma-web-no-azure/ WordPress como serviço e agora estarei postando outra versão com banco de dados Mysql todos em plataforma instanciada em linux.

Vamos para o passo a passo.

Va na busca e coloque WordPress, irá aprecer WordPress on Linux. Clique em criar.

Próximo passo é manter o plano atua que você está vendo acima, ou criar um novo plano de acesso, onde é a instancia que estará por traz.

Eu escolherei outro plano.

Escolhi meu plano novo com plano S1 e com instância Linux no Brasil.

O próximo passo é a instancia de banco de dados que vai ficar como plataforma.

Siga os passos com nome do servidor do banco, logon de administrador, a senha e a confirmação da senha, a camada de preços escolhi o básico como demonstração, mas você pode aumentar a camada de preços.

Por fim o nome do banco de dados e siga com o OK.

Clique em criar e siga a criação.

Vamos aguardar a implantação que é rápida.

Finalizado a implantação você terá os acessos as configurações da instancia linux. Importante mostrar abaixo algumas diferenças das versões anteriores.

Como é linux obviamente o Azure disponibilizou acesso via SSH para que tenha comodidade de ajustes necessários.

O Kudu é outra ferramenta aliada para que você manipule configurações e e dados do WORDPRESS.

As vantagens são enormes em relação a você montar como plataforma (PaaS) do que montar como (IaaS), veja só a escala vertical ou horizontal já como vantagem.

Vamos acessar a URL https://wordpressfabiosilva.azurewebsites.net para que possamos finalizar as configurações do WordPress.

Acesse a URL e configure a língua.

Os primeiros passos são as configurações básicas para configuração do WordPress como nome do site, usuário de administração, e-mail. Depois clique em instalar WordPress.

Finalizado a instalação, vamos acessar o ambiente WordPress na instancia linux como plataforma no Azure.

Vamos autenticar no ambiente e acessar a administração.

Para acessar acesse https://seusite/wp-admin

Pronto, você está apto a utilizar o WordPress em plataforma linux.

Espero que tenham gostado.

Modern Workplace com Office 365

Olá pessoal

Fiz um webcast sobre Moder Workplace com office 365 com parceria com a Tempo Real Eventos.office365

Para quem não assistiu está disponível no Youtube na integra no canal da Tempo Real Eventos.

Acesse aqui

 

O curso para quem tem interesse também foi lançado.

Eu irei lecionar, é um mão na massa intensivo que vale a pena.

Entre no site e se inscreva https://www.temporealeventos.com.br/office365-presencial

Aguardo vocês no curso.

Até mais.

Windows Admin Center

Olá Pessoal

Você já ouviu falar bastante do projeto Honolulu.

Pois é, ele ficou estável e se tornou Windows Admin Center.

Eu resolvi instalar em laboratório em um Windows 10 no Azure.

Entrei no site http://aka.ms/WACDownload

Na instalação resolvi escolher a porta 443 padrão https.

Muito parecido com a instalação do projeto Honolulu.

A instalação é muito rápida. Vamos abrir o Windows Admin Center.

Na instalação já veja o certificado de acesso, ou já compre um certificado valido caso sua empresa use um.

Como no Honolulu é bem parecido, mais rápido no caso.

Vamos testar.

Vamos acessar a maquina, no caso é Windows 10.

Imagina o que você fazia via gráfico do Windows, agora veja tudo isso via web podendo acessar com segurança da web.

Este claro foi instalado em uma maquina com Windows 10 e não tem todos recursos que o Windows Server tem.

NÃO ESQUEÇA DA LIBERAÇÃO DA PORTA 443 NO FIREWALL NO CASO SE TIVER USANDO AZURE.

VAMOS TESTAR?

No meu caso eu tenho um loadbalance fazendo NAT, então coloquei a porta 443 para acessar de fora.

Acessando de fora na sua máquina local você aceita o certificado e instala localmente para acessar o ambiente.

Acessando e gerenciando o Windows através do WAC Windows Admin Center.

Aproveitem.

Até o próximo post.

Azure Information Protection

Olá pessoal.

Apresentei no canal do Fabio FOL um overview do cenário Azure, Windows 10, EMS e Office 365 dando um foco no AIP.

Espero que vocês gostem.

Agradecimento ao Fabio FOL.

Seu canal no YouTube e o meu canal.

Sincronização manual AAD Connect

Adivinha o que? Isso não é diferente para a versão 1.1 lançada recentemente da ferramenta do Azure AD Connect (AAD Connect), que, a propósito, tem várias alterações e aprimoramentos significativos.

Com o AAD Sync e a versão 1.0 da ferramenta AAD Connect, você também pode simplesmente executar a tarefa agendada manualmente.

Com o AAD Connect 1.1, não temos mais uma tarefa agendada do Windows em execução a cada 3 horas. Agora a ferramenta possui um agendador embutido, que por padrão executa a sincronização delta a cada 30 minutos. Você pode alterar esse cronograma de intervalo, no entanto, tenha em mente que 30 minutos é o intervalo mais baixo suportado.

Embora uma sincronização agora seja executada a cada 30 minutos, pode haver ocasiões em que você ainda deseja forçar uma sincronização. Para fazer isso, você inicia o Windows PowerShell no respectivo servidor no qual o AAD Connect foi instalado e digita o seguinte para importar o módulo do AAD

Conecte no PowerShell:

Import-Module ADSync

Você verificar as configurações atuais para o novo agendador, você pode usar o novo Get-ADSyncScheduler como mostrado abaixo.

 

Para forçar uma sincronização delta, você pode usar o seguinte comando do PowerShell:

Start-ADSyncSyncCycle PolicyType Delta

 

Se você quiser forçar uma sincronização inicial (completa), use este comando:

Start-ADSyncSyncCycle -PolicyType Initial

 

Obviamente é para quem tem sincronização do AD local com Office 365.

Espero ter ajudado.

Blog do Welbert Roberto

♉ pesquizador.

SegInfo - Portal, Podcast e Evento sobre Segurança da Informação

Notícias, Artigos e Inovação em Tecnologia e Segurança da Informação

EighTwOne (821)

News, tips and info on Microsoft Exchange, Office 365, and PowerShell

Segurança da Informação

Segurança, Cloud computing e muito mais...

Fabian André Gehrke

SharePoint no dia-a-dia

Escotilha Livre

Um canal para lançar as sementes do conhecimento, promovendo o uso de soluções livres.

simple Ula

I want to be rich. Rich in love, rich in health, rich in laughter, rich in adventure and rich in knowledge. You?