Arquivos do Blog

Instancia Windows EC2 AWS.

Olá pessoal

Da série multicloud hoje irei demonstrar e passar um passo a passo de como provisionar uma máquina Windows na AWS.

Selecione o Sistema Operacional que em nosso caso o objetivo é Windows.


Escolha o tamanho da instancia que no caso escolhi no modelo free tier que garante um período de gratuidade.

Veja o período e serviços que estão em https://aws.amazon.com/free/.

E preciso criar a VPN (Rede privada Virtual), a Subnet como sequência para uso no AWS.

Após a sequência de criado de VPC e elementos de rede temos os elementos de ip e para acesso. E atribuído um ip de forma dinâmica associada a placa de rede (network Interface).

Esta sequencia e a escolha do disco EBS. No caso dou escolhido um disco SSD.

Voce pode adicionar TAG para identificar trafego e cobranca no caso se voce vende um servico ou divide servicos por departamento dentro da empresa.

Neste passo você escolhe a proteção de firewall de porta no AWS que e o serviço de security group. Neste caso liberado a porta RDS (Remote Desktop Services).

Este passo mostra todos os pontos da instancia, com a imagem da máquina, instancia, segurança, storage e a tag da máquina.

Esta parte e importante pois voce ira gerar a chave para acesso ao servidor. Voce criar a chave para acesso e faz o download

Faca o download da chave e salve na sua área de trabalho.

O provisionamento será iniciado. Aguarde a conclusão.

Maquina provisionada para acesso.

Faça o download para acesso ao servidor.

A chave de acesso que voce salvou na sua maquina

Faça o upload da chave, escolha o arquivo.

Faça o Download para acesso.

Acesse o ambiente do Windows na AWS.

Pronto o acesso ao ambiente foi concedido.

No próximo post mais AWS.

Abraços

Anúncios

Licenciamento Windows Server 2016

3252.windows-server-2016

O Windows Server 2016 mudou a forma de licenciamento.

A forma de licenciamento privilegia levar as maquinas de forma mais fácil para nuvem utilizando o Hyper-V para Azure.

O licenciamento é baseado em núcleo, e não em cores físicos.

Inicialmente é liberado 2 cores físicos com 8 núcleos cada core, e depois em resumo é cobrado por núcleo adicional.

nucleos

Olhando em forma de gráfico se você tiver um servidor físico com 2 processadores físicos totalizando 16 núcleos você estará a nível de auditoria correto.

Vamos analisar se você tiver 2 processadores e se cada processador tiver 16 núcleos vamos resumir que o segundo processador você vai pagar por núcleo adicional.

Esta outra tabela que esta no site da MICROSOFT faz um outro resumo.

Edições do Windows Server 2016

 

 

 

 

Datacenter Edition Standard Edition
Funcionalidade básica do Windows Server

Contêineres de OSEs/Hyper-V*

Ilimitado

2

Contêineres do Windows Server

Ilimitado

Ilimitado

Nano Server

Novos recursos de armazenamento que incluem Espaços de Armazenamento Diretos e Réplica de Armazenamento**

Novas máquinas virtuais blindadas

Nova pilha de rede

Modelo de licenciamento

Core + CAL

Core + CAL

Preço+

$6,155

$882

A tendencia para empresas que querem virtualizar o ambiente e ter soluções hibridas vai facilitar.

O modo de licenciamento para Standard você tem direito em uso de mais 2 maquinas virtuais com Windows Server 2016 sem precisar comprar mais licenciamento.

O modo de licenciamento para Datacenter lhe da o direito de licenciamento de maquinas virtuais Windows Server 2016 sem limite, o limite é do hardware.

Exemplo:host

A aquisição do Windows é mais barata em relação aos concorrentes.

As comparações técnicas e gostos técnicos estão muito equiparados e neste post não esta levando em consideração e sim o entendimento do licenciamento e como será econômico ao virtualizar um ambiente com Hyper-V e Windows Server 2016.

O modo de licenciamento em relação ao Windows 2012 R2 é diferenciado.

Mas é um passo importante a virtualizar e mesclar seu ambiente para modelo Hibrido.

Espero que tenham gostado.

Maiores informações no site da Microsoft e white papers sobre os licenciamentos.

https://www.microsoft.com/pt-br/server-cloud/products/windows-server-2016/#MenuItem4

Abraços

 

Windows Server 2016 Tecnical Preview disponível no Azure

Pessoal

Para quem tem Azure, está disponível o Windows Server 2016.

Interface já no padrão Windows 10.

Mudanças Visuais com a cara do Windows 10 mas o que mais foi alterado são suas mudanças estruturais.

  • Active Directory Federation Services (ADFS): Novos recursos que permitem a configuração de ADFS para autenticar usuários armazenados em diretórios Lightweight Directory Access Protocol (LDAP).
  • Remote Desktop Services: Suporte para aplicações OpenGL e OpenCL e adição da função MultiPoint Services para o Windows Server.
  • Cluster de failover baseado no Hyper-V ou um servidor de arquivos do tipo Scale-out: Eles agora podem ser atualizados sem nenhum downtime ou sem a necessidade de se criar um novo cluster com nós rodando o Windows Server Preview.
  • Web Application Proxy: Agora suporta pré-autenticação para aplicações usando o protocolo HTTP Basic, caracteres especiais em URLs de aplicações, redirecionamento de HTTP para HTTPS, uso de autenticação passthrough com aplicações HTTP e mais.
  • Windows PowerShell 5.0: Inclui novas características como o suporte para desenvolvimento com classes e novos recursos de segurança.
  • Rede: Novo recurso habilita a funcionalidade Generic Routing Encapsulation (GRE) para o Windows Server Gateway.

A lista completa com todas as novidades pode ser encontrada aqui.

Enquanto isso já vamos nos atualizando.


Windows Nano Server – Total integração com a Nuvem

A Microsoft anunciou hoje no blog do Windows Server o novo modo Nano Server do Windows Server 2016 e o suporte para Hyper-V Containers.

O lançamento do novo sistema operacional para servidores está previsto para 2016 e a próxima versão de testes será disponibilizada para download em maio.

NOVO MODO NANO SERVER DO WINDOWS SERVER 2016

De acordo com a Microsoft, o novo modo Nano Server do Windows Server 2016 oferecerá uma opção que permitirá a execução do sistema operacional com o mínimo de componentes possível.

Este modo, menor que o atual Server Core, trará apenas componentes essenciais (Hyper-V, Clustering, Networking, Storage, .Net, Core CLR) – e nada de interface gráfica.

O modo Nano Server é totalmente otimizado para a nuvem e também suportará os Hyper-V Containers.

Ainda não é certeza se o novo modo estará presente no build que será disponibilizado em maio.

HYPER-V CONTAINERS

Além de anunciar o novo modo Nano Server do Windows Server 2016, a Microsoft também anunciou o suporte para Hyper-V Containers.

Este novo método de implantação oferece um novo nível de isolamento antes reservado apenas para máquinas físicas dedicadas ou para máquinas virtuais, enquanto mantém a experiência eficiente e ágil com integração com a plataforma Docker.

Os Hyper-V Containers se certificarão de que o código executado em um contêiner permaneça isolado e não cause impacto negativo no sistema operacional host ou em outros contêineres presentes no mesmo host.

Microsoft anuncia novo modo Nano Server do Windows Server 2016Embora os Hyper-V Containers ofereçam uma opção adicional de implantação além dos Windows Server Containers e das máquinas virtuais do Hyper-V, você poderá implementá-los usando as mesmas ferramentas de desenvolvimento, programação e gerenciamento.

Além disso, as aplicações desenvolvidas para os Windows Server Containers podem ser implementadas como Hyper-V Containers sem precisar de modificações.

Os Hyper-V Containers serão demonstrados pela Microsoft ao vivo durante a conferência BUILD, que será realizada de 29 de abril a 1 de maio de 2015.