Arquivo da categoria: AWS

Amazon RDS com banco de dados Mysql

Olá pessoal

 

Hoje irei mostrar um passo a passo para Amazon RDS com banco de dados Mysql.

Na busca no console do AWS faça a busca do RDS

Clique em Get Started Now

No console temos PaaS de serviços 5 banco de dados, escolheremos o MySQL.

Na primeira parte da configuração temos o tipo de engine escolhida, depois a versão do MySQL, em questão de laboratório a versão não contempla o MultiAZ como alta disponibilidade do AWS, o tipo de disco que podemos escolher o Magnetico e disco de alta performance SSD, neste caso escolhi o Magnetico. Aloquei só 5GB como laboratório.

A segunda parte é escolher o nome da instancia, usuário e senha do banco de dados.

A terceira parte é escolher a rede onde vai ficar o banco, No AWS você pode manter na sua VPC (REDE) ou se for para um ambiente WEB você pode criar uma VPC isolada.

Esta parte escolhemos o nome do banco de dados, o parâmetro da versão do banco o grupo do parâmetro da versão.
O Backup mantive o padrão de 7 dias.

Vamos apertar o botão launch DB instance para criação.

A criação é bem rápida, Clique em VIEW YOUR DB INSTANCES para acompanharmos a criação.

Após o clique podemos acompanhar vários itens do banco de dados onde ele mostra a maquina que estará por traz como plataforma. Esta maquina é gerenciada pela AWS. Durante a criação automaticamente no Endpoint é criadoo acesso externo através de liberação de porta para string de acesso ao banco de dados.

Veja a string de acesso ao banco de dados.

Através do MYSQL WORKBENCK (antigo mysql administrator) iremos acessar a string e ver se está apto a manipular os dados do MYSQL.

Coloque a string que foi liberada e faça o teste de conexão.

Pronto você está liberado para manusear tabelas, storeprocedures e outros serviços do MYSQL no AWS.

Veja informações oficiais do site da AWS.

Criando sua primeira instância RDS:

Um vídeo de introdução para RDS: https://www.youtube.com/watch?v=Kz1zmyHw9G0

O que é RDS? http://docs.AWS.amazon.com/AmazonRDS/Latest/UserGuide/Welcome.html

Introdução: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_GettingStarted.html

Configurando o RDS dentro um VPC: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/USER_VPC.html

Práticas recomendadas de RDS: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_BestPractices.html

FAQ: https://aws.amazon.com/rds/faqs/

Centro de conhecimento de suporte de AWS: https://aws.amazon.com/premiumsupport/knowledge-center/#Amazon_Relational_Database_Service _(Amazon_RDS)

Algumas coisas importantes a considerar:

Uma rápida introdução sobre classes de instância de DB, status: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/Overview.DBInstance.html

Como funciona o Multi-AZ? http://docs.AWS.amazon.com/AmazonRDS/Latest/UserGuide/Concepts.MultiAZ.html

Minha modificação planejada requer tempo de inatividade: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/Overview.DBInstance.Modifying.html

Tipos de armazenamento diferentes para diversos fins: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_Storage.html

Segurança para suas instâncias de RDS: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/UsingWithRDS.html

Limites para RDS: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_Limits.html

Depois de obter sua instância RDS configurada, confira estes links para usar o RDS para todo o seu potencial:

Monitorar o desempenho da sua instância do RDS: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_Monitoring.html

Diferentes Estados de instância de RDS DB: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_CommonTasks.html

Guia de RDS geral solução de problemas: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/CHAP_Troubleshooting.html

Vários registros, você pode habilitar para solução de problemas: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/USER_LogAccess.html

Usando o AWS CloudTrail com RDS para fins de conformidade: http://docs.aws.amazon.com/AmazonRDS/latest/UserGuide/USER_Auditing.html

 

Esperamos que esses recursos vão responder suas perguntas e ajudar que você a começar usando Amazon RDS. Se você tiver outras dúvidas ou preocupações, por favor em contacto connosco nos fóruns RDS:https://forums.aws.amazon.com/forum.jspa?forumID=60

Pessoal até a próxima.

Redundância de dados em nuvens diferentes “Multicloud”

Olá pessoal

Ontem tivemos notícias bombásticas que alguns serviços do Amazon tiveram fora ou totalmente fora, e um bem conhecido dele foi o S3, que é uns dos serviços de armazenamentos da AWS.

Hoje podemos definir que seu site ou aplicação for imprescindível podemos definir que ele tem que ter uma disponibilidade sem igual.

O “Seguro morreu de velho” já dizia nossos pais e nossos avós.

banner-x2

Então irei mostrar um exemplo bem básico de armazenar imagens estáticas ou até outros tipos de objetos.

Irei mostrar como fazer um upload básico da mesma imagem e você pode através de programação alterar de forma rápida em nuvens distintas como AWS e propriamente o Azure. Não tenho expertise em desenvolvimento, mas esta demonstração vai despertar a imaginação de você que desenvolve ou até mesmo pensar em multicloud.

Isso irá deixar seu site multicloud assim não dependente de uma nuvem só.

No Azure temos o Storage Account que tem algumas funções.

Se gostaria de saber sobre armazenamento em especifico sobre storage account no Azure veja em https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/storage/storage-introduction.

Também sobre S3 veja em https://aws.amazon.com/pt/s3/.

Este post não visa mostrar como criar bucket no S3 e nem contêiner no storage account mas sim como fazer o upload da mesma imagem e mostrar as URLS das imagens nas 2 nuvens.

Eu criei o storage account e o contêiner em blob service para fazer o upload da imagem no Azure e criei um bucket no s3 e a pasta imagens no AWS. Irei fazer o upload em cada nuvem.

Bem simples no contêiner va em upload e escolha a imagem como escolhi banner01.jpg e faça o upload da imagem.

Banner feito o upload, agora vamos no AWS e fazer a mesma configuração.

Na pasta criada imagens vá em upload.

Clique em ADD Files e escolha a mesma imagem. Clique em START UPLOAD e aguarde.

Pronto já temos as mesmas imagens no Azure e AWS.

No Azure você pode ir em propriedades e copiar a URL da imagem como acima.

No AWS nas propriedades também tem a URL da imagem e você pode copiar também a URL.

Abaixo você pode verificar as URLS que criei.

https://bancodeimagens.blob.core.windows.net/imagens/banner01.jpg

https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/bancodeimagensfabio/Imagens/banner01.jpg

Eu também fiz um html simples que mostra as 2 URLS nas 2 nuvens.

Clique aqui  

Esta é uma demonstração básica que pode ser feito já.

Tanto Azure como S3 tem redundâncias setadas para regiões garantindo que seus dados estejam disponíveis em localidades diferentes, mas nada que nuvens diferentes possam lhe dar poder maior de disponibilidade e até economia na hora de pagar.

Espero que este post ajude.

Até mais.

Obrigado.

SDN e NFV a rede também é cloud

sites-de-relacionamento-2
Você tem ouvido bastante sobre Nuvem, Cloud, virtualização, Devops, biomodal e outros assuntos de transformação digital.

Você sabe o que é SDN e NFV?

Vamos la!!!!

Ou Seja, para o lado do cliente como já temos a definição o lado cliente já usa ou prezumo que use SDN já a algum tempo.

Vou resumir nesta imagem abaixo:sdnxnfv

Este é um infográfico Macro de como poderia funcionar NFV e SDN.
Hoje as grandes Clouds como Azure, AWS e Google já trabalham com redes definidas por software como:

092815_1745_Odlareanuv2.jpg

CLOUD:
Virtual Network do Azure virtualnetwork
VPC Amazon vpc
Redes no Google redes

Em ambientes Onpremissess:

Switch Virtual Hyper-V switch_virtual

Vswitch Vmware vswitch

Vswitch de mesmo nome do Vmware vswitch_x

E o Quantum ou Melange no Openstackquantum

A redes virtuais estão se popularizando agora com os hardwares mais atualizados como placas de redes 10GB em servidores simples e mais baratos e golden jumpers, diminuindo o CAPEX e consequentemente o OPEX.

As empresas como CISCO, Juniper também estão se alinhando ao mercado desenvolvendo seus dispositivos virtuais, mas o que está em alta é plataformas Opensource.

Consequentemente os profissionais de redes aconselho a se atualizarem pois o mercado está empurrando as atualizações.

ms_loves_linux

Vide a Microsoft com logos de Microsoft é melhor com Red Hat ou Microsoft ama Linux. Redes Virtuais do Azure com Debian. Windows 10 com Shell em Ubuntu. Tudo isso com seu revolucionario CEO Satia.

As “Coisas” estão se fundindo para passar em um fio ou cano só. O que tem dentro ou você aprende ou vai ficar para traz.

download

NFV

As operadoras acordaram e agora e ainda precisam se reorganizar com a iniciativa do OPENFV veja o site (https://www.opnfv.org/).

Aqui no Brasil o motor de desenvolvimento de redes virtuais é o openstack.

Ainda está embrionário, mas acordaram, o volume de dados não comportam mais os investimentos e as TELCOS acordaram tarde. Mas agora estão se mobilizando.

O que nós profissionais ganhamos com isso?

keep-calm-porque-hoje-ganhamos.jpg

Para quem gosta de LINUX todos motores são desenvolvidos em sistemas operacionais Linux. Isso quem quer correr e aprender mais linux faça isso agora.

Em compensação tudo estará mais convergente, mais automatizado, mas orquestrado.
Então quem acha que as Teles irão contratar milhões de profissionais fique tranquilo que não.

Iniciativas como OPENFV são desenvolvimentos que vão melhorar os custos de CAPEX em investimentos e hardwares como roteadores, switches e outros devices.

Estão melhorando desenvolvimentos de protocolos e logo logo pelo menos fora do pais vocês irão ouvir novas telcos revolucionarias.
Aqui no Brasil ainda é muito difícil falar pois as operadoras ainda nadam de braçadas dominando o mercado.

Espero que este post seja aconselhador.

Abraços

 

 

 

 

 

INTRODUÇÃO AO AWS – Imersão de 01 a 08 de Agosto.

Olá pessoal

Em parceria com a cloudtreinamentos estamos disponibilizando introdução ao AWS.

aws01

O Evento é gratuito com vários videos sobre o AWS. O evento vai do dia 01 ao dia 08. Então aproveite esta oportunidade. O mundo é convergente então aprenda varias nuvens.

A maior Nuvem Pública do mundo, utilizada por centenas de milhares de empresas e milhões de usuários, presente em mais de 190 países e mais de 30 data centers espalhados pelo mundo. Você pode se tornar um profissional de cloud computing e ocupar o seu lugar no
TOPO DO MERCADO.

aws02

Aproveite e entre nesta imersão com AWS.