Licenciamento Windows Server 2016

3252.windows-server-2016

O Windows Server 2016 mudou a forma de licenciamento.

A forma de licenciamento privilegia levar as maquinas de forma mais facil para nuvem utilizando o Hyper-V.

O licenciamento é baseado em núcleo, e não em cores fisicos.

Inicialmente é liberado 2 cores fisicos com 8 nucleos cada core, e depois em resumo é cobrado por núcleo adicional.

nucleos

Olhando em forma de gráfico se você tiver um servidor físico com 2 processadores físicos totalizando 16 núcleos você estará a nível de auditoria correto.

Vamos analisar se você tiver 2 processadores e se cada processador tiver 16 núcleos vamos resumir que o segundo processador você vai pagar por núcleo adicional.

Esta outra tabela que esta no site da MICROSOFT faz um outro resumo.

Edições do Windows Server 2016

 

 

 

 

Datacenter Edition Standard Edition
Funcionalidade básica do Windows Server

Contêineres de OSEs/Hyper-V*

Ilimitado

2

Contêineres do Windows Server

Ilimitado

Ilimitado

Nano Server

Novos recursos de armazenamento que incluem Espaços de Armazenamento Diretos e Réplica de Armazenamento**

Novas máquinas virtuais blindadas

Nova pilha de rede

Modelo de licenciamento

Core + CAL

Core + CAL

Preço+

$6,155

$882

A tendencia para empresas que querem virtualizar o ambiente e ter soluções hibridas vai facilitar.

O Windows Server 2016 versão datacenter vai te dar o poder de não ter limite de instalação de sistemas operacionais Windows Server 2016 datacenter.

Comparando com sistemas de virtualização concorrentes como Vmware, Citrix XenServer você teria que pagar para ter cada sistema operacional Windows Server 2016 Datacenter instalado.

Exemplo:

host

O custo final na aquisição em relação aos concorrentes sema mais baratos, sem comparação técnica.

As comparações técnicas e gostos técnicos estão muito equiparados e neste post não esta levando em consideração e sim o entendimento do licenciamento e como será econômico ao virtualizar um ambiente com Hyper-V e Windows Server 2016.

Sem sombra de dúvida vai dar um nó na cabeça de como o olhar for o licenciamento do Windows Server 2012.

Mas é um passo importante a virtualizar e mesclar seu ambiente para modelo Hibrido.

Espero que tenham gostado.

Maiores informações no site da Microsoft e white papers sobre os licenciamentos.

https://www.microsoft.com/pt-br/server-cloud/products/windows-server-2016/#MenuItem4

Abraços

 

PROXMOX! O Virtualizador fácil de instalar e utilizar.

Olá Pessoal

Hoje tive uma grata surpresa de um Virtualizador muito legal.

Chama-se PROXMOX.

Fundada em 2005 a empresa Austriaca nasceu do mundo Open Source com operações de serviços de e-mail.

Os únicos investidores são os próprios clientes que apoiam a empresa e seus serviços de e-mail e virtualizador.

A Empresa é bem completa em relação a fóruns, comunidade e suporte técnico.

Eu fiz um LAB com DEBIAN no Hyper-V que ficou muito legal.

Quem está a fim de não gastar e montar seu pequeno provedor fiquei maravilhado com está maravilha de virtualizador.

Ele é baseado em Java e KVM que é o virtualizador no Linux bastante usado.

Veja que é bem simples:

Primeiro passo

Instalação do Debian:

Como LAB usei o hyper-v

Siga os passos

O Debian já é homologado para Hyper-V


Usei 1g como LAB

O foco não é a instalação do Debian

Depois de instalado o Debian vamos preparar o PROXMOX.

Dentro do Debian temos algumas alterações a serem feitas no Source List do APT.

Muita gente tem alteração de partição ou prepara de forma diferente.

Eu preparei a máquina com um HD só em LVM.

Maiores informações vejam no site do PROXMOX.

Eu uso VIM, tem gente que gosta do NANO

vim /etc/apt/sources.list
deb http://ftp.at.debian.org/debian squeeze main contrib
# PVE packages provided by proxmox.com
deb http://download.proxmox.com/debian squeeze pve
# security updates
deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main contrib
  1. Adicione o repositório do Proxmox VE repository key
  2. De um update do apt-get

wget -O- “http://download.proxmox.com/debian/key.asc” | apt-key add –

aptitude update

aptitude full-upgrade

Instale Proxmox VE Kernel

aptitude install pve-firmware

aptitude install pve-kernel-2.6.32-19-pve

Reinicie o computador e certifique-se de selecionar o Proxmox VE Kernel sobre o carregador de inicialização (Grub2).

reboot

Opcional – instale Kernel:

aptitude install pve-headers-2.6.32-19-pve

Instale os pacotes do Proxmox

Certifique-se de que você está executando os Proxmox VE Kernel, caso contrário, a instalação falhará.

Verifique o Kernel atualmente ativo:

uname -a

Linux 2.6.32-19-pve …

a. Instale os pacotes do Proxmox
b. Configure pve-redirect do apache2
c. restart o apache

aptitude install proxmox-ve-2.6.32

a2ensite pve-redirect.conf

/etc/init.d/apache2 restart

Instale o resto pacotes necessários:

aptitude install ntp ssh lvm2 postfix ksm-control-daemon vzprocps open-iscsi

Aceite a sugestão para remover Exim e configurar postfix de acordo com a sua rede.

Conectar-se à Proxmox VE interface web

Conecte-se à interface de administração web (https: // seuEndereçoIP: 8006) e configurar o vmbr0 e rever todos os outros ajustes, finalmente reiniciar para verificar se tudo está funcionando conforme o esperado.


Dica: Tenha o java instalado

Opcional: estações de trabalho do desenvolvedor com Proxmox VE e X11

Proxmox VE é usado principalmente como plataforma de virtualização com nenhum software adicional instalado. Em alguns casos, faz sentido ter um desktop completo em execução no Proxmox VE, por exemplo, para desenvolvedores que usam Proxmox VE como sua principal estação de trabalho / área de trabalho.

Por exemplo, basta instalar área de trabalho lxde:

  aptitude install lxde libcurl3

Certifique-se de network-manager não é usado, o mais PVE-cluster não será iniciado

  purga de aptidão network-manager

Para obter um navegador moderno, o Google Chrome é uma boa idéia – baixar o 64-bit Chrome do Google, também instalar o Oracle (Sun) Java, consulte Java_Console_ (Ubuntu)

Veja também vídeos sobre PROXMOX.

http://www.proxmox.com/en/training/video-tutorials/item/install-updates

Leia mais: Web: http://www.proxmox.com
Wiki Proxmox VE: http://pve.proxmox.com/wiki

Roteiro: http://pve.proxmox.com/wiki/Roadmap
Fórum Comunitário de Apoio: http://forum.proxmox.com
Daniela Hasler, Proxmox Servidor Solutions GmbH
daniela@proxmox.com
Siga-nos no Google+: https://plus.google.com/+proxmox

Comentário: Sensacional!!!


Abra sua empresa e assine o Azure parte I

Hoje sabemos que não é fácil abrir um negócio aqui no Brasil e mante-lo financeiramente com saúde.

azure

Então reduza seus custos assinando serviços de nuvem. Não faça nenhuma contratação sem ver este vídeo que está na parte I.
Manter hardware, nobreak, serviços de backup, contratação de serviços de gerenciamento e custoso manter dentro de seu escritório.

Tudo isso na nuvem simplifica, sem dor de cabeça centralizado.

Eu irei demonstrar com Azure, Active Directory e VPN que tudo pode ser simplificado e com acesso de qualquer lugar.

Manter um só servidor internamente no minimo plausível é:

  • Orçamento de hardware Servidor
  • Orçamento de switch
  • Orçamento de PatchPanel
  • Orçamento de Rack
  • Orçamento de cabeamento
  • Orçamento para Nobreak
  • Orçamento de Sistema Operacional
  • Orçamento de Licenciamento de usuários
  • Orçamento para implantação física de todos equipamentos
  • Orçamento para implantação e configuração lógica do sistema operacional, e os serviços para manter no ar.
  • Orçamento para Sistemas e banco de dados caso for usar.

    Caso a empresa for um pouco maior precisará ter um Nobreak redundante ou até um gerador.

Mas estamos lhe dando com coisas básicas para manter um servidor no ar.
Tudo isso sem contar caso você não saiba fazer tudo isso você vai ter que contratar um profissional, ou uma empresa para fazer e manter no ar. Com manutenção preventiva e melhorias.

Com o tempo há a depreciação de tudo e ainda o lifecicle do software e do sistema operacional.

Ainda vem uma melhoria do tempo que é a virtualização com Hyper-V da Microsoft, Vmware da Dell, XenServer da Citrix que melhorou em redução de espaço fisico e nivel energético no gasto de custos.

Bota tudo isso no lápis e vê o quanto custa manter um parque tecnológico. E depois em 5 ou 6 anos atualiza-lo.

A nuvem vem para simplificar e manter você com seu Core Business que é seu negócio e usar a inteligencia da Nuvem ao seu favor com redução de custos e menos dor de cabeça.

Veja na arquitetuta que é simples de administrar e manter.

untitled

No video estou explicando um modo facil de qualquer pessoa entender como é simples manter um Active Directory no Azure com VPN.

Veja a primeira parte do video que vai ser legal e proveitoso.

 

 

Powershell agora é OpenSource

Microsoft: PowerShell agora é open-source | Fonte do windows_powershell-696x522BABOO

A Microsoft anunciou hoje que o PowerShell agora é open-source e que ele também terá versões para Mac OS e Linux.

O repositório já está disponível no GitHub. Confira aqui.

A versão para Linux é compatível inicialmente com o Ubuntu, CentOS e Red Hat e a versão para Mac OS é compatível com o OS X 10.11.

PowerShell

O PowerShell é um shell de linha de comando e uma linguagem de script criado para ajudar os profissionais de TI no controle e automação da administração de sistemas operacionais Windows/Windows Server e de aplicativos executados nestes sistemas operacionais, como o Office.

Para os desenvolvedores, ele usa um conjunto extensível de classes do .NET Framework que permite a criação de cmdlets personalizados, aplicativos de host e utilitários.

Microsoft: PowerShell agora é open-source
PowerShell no Windows 10 v1607

De acordo com a Microsoft o núcleo e os cmdlets serão os mesmos no PowerShell para Windows, Linux e Mac. Alguns cmdlets que usam recursos do Windows não estarão disponíveis nas outras plataformas e scripts escritos para Windows terão que ser modificados para que funcionem no Linux e Mac.

A empresa confirmou que ainda está trabalhando para finalizar os recursos com foco em acesso remoto na versão para Linux. Quando este trabalho for concluído, os administradores poderão usar o PowerShell no Windows para gerenciar remotamente múltiplos sistemas com Linux.

Eles também poderão gerenciá-los no AWS (Amazon Web Services), graças à uma parceria entre a Microsoft e a Amazon, seu maior concorrente no mercado de computação em nuvem. Os novos cmdlets do AWS possibilitarão o gerenciamento de serviços na nuvem.

A VMware também firmou uma parceria com a Microsoft para lançar novos cmdlets que funcionarão nas outras plataformas e não apenas no Windows.

Vídeo falando sobre o PowerShell open-source e a versão para Linux:

Azure RemoteApp será descontinuado

Olá pessoal.

A microsoft decidiu com o time do Azure RemoteApp descontinuar a plataforma.

Terá um periodo de migração para seus clientes e a aliança com A Citrix XenApp.

landing_xenapp

Esta aliança foi feita para melhorar a experiencia de vistualização de aplicações no qual a Citrix é especialista e virtualização de Desktop.

A oferta ainda será até 01 de Outubro e manter até 31 de Agosto do ano que vem seus clientes.

A opção atual é migrar para solução de RDS IaaS ou migrar já para solução da Citrix.

Veja na integra o anuncio abaixo:

https://view.email.microsoftemail.com/?j=fe9910747360057f74&m=fe621570756503797d1c&ls=fe211276716d067d711d76&l=fec21c767365017e&s=fe1c1c757c670775731677&jb=ff901378&ju=fe581d73736106747410

Veja no Blog:

Application remoting and the Cloud

 

landing_xenapp

 

Backup OneDrive e SharePoint, facil, simples e rápido.

onedrive_sharepoint

Pessoal, uma forma bem simples de fazer backup de todos os dados do OneDrive e SharePoint Online.

Eu fiz em forma de video para demonstrar como é pratico fazer uma copia de dados de uma vês só no OneDrive e SharePoint Online.

 

Espero que vocês gostem.

Abraços.

Dar acesso total as caixas Office 365

Pessoal

Uma maneira fácil, simples e pratica de conceder o acesso total a um administrador Office 365 a todas as caixas de e-mail é o Powershell.

64f7c58f-851d-41c8-abe8-823ea52dce60

 Get-Mailbox -ResultSize unlimited -Filter {(RecipientTypeDetails -eq ‘UserMailbox’)} | Add-MailboxPermission -User seusuariodeadministracao@seudominio.com.br – AccessRights FullAccess -InheritanceType all

Depois que o acesso está liberado o modo mais fácil de testar é assim:

Meu ambiente de LAB:

No OWA clique na foto e aparecerá para abrir outra caixa.

Capturar

Ele irá abrir uma caixa para você preencher o e-mail

Capturar

Irá abrir outra aba do navegador  com este endereço abaixo:

https://outlook.office.com/owa/fuladodetal@suaempresa.com.br/

Assim você poderá dar a manutenção desejada sem atrapalhar o usuário e sem ir a mesa dele como você sonhava.

Outra forma de abrir a caixa do usuário é pelo Outlook Onpremissess.

Sem título

Adiciona a conta para fazer a manutenção e nem precisa estar na mesa do usuário assim fazendo a manutenção correta.

 

Espero que ajude a todos

Obrigado.

INTRODUÇÃO AO AWS – Imersão de 01 a 08 de Agosto.

Olá pessoal

Em parceria com a cloudtreinamentos estamos disponibilizando introdução ao AWS.

aws01

O Evento é gratuito com vários videos sobre o AWS. O evento vai do dia 01 ao dia 08. Então aproveite esta oportunidade. O mundo é convergente então aprenda varias nuvens.

A maior Nuvem Pública do mundo, utilizada por centenas de milhares de empresas e milhões de usuários, presente em mais de 190 países e mais de 30 data centers espalhados pelo mundo. Você pode se tornar um profissional de cloud computing e ocupar o seu lugar no
TOPO DO MERCADO.

aws02

Aproveite e entre nesta imersão com AWS.

 

Happy 1 year Windows 10

Windows10-Anniversary-Ninjacat.gif

Informação importante para atualizações de Maquinas virtuais Windows no Azure

Bom dia pessoal

Sempre que recebo as newsletters da Microsoft e de parceiros eu procuro ler para saber de novidades.

Uma informação importante para quem tem maquinas virtuais Windows no Azure é que em determinadas atualizações criticas a maquina não precisará ser mais reiniciada.

Isso é um avanço importante para quem tem aplicações de missão critica e não podem parar de jeito nenhum.

azurepreicing

Veja mensagem original aqui.

Azure in-place virtual machine migration eliminates virtual machine reboots during critical security updates for Host OS
We continue to add new platform reliability and availability features to our infrastructure to ensure customers have the best experience. While critical Host OS security updates previously caused a reboot, most virtual machines now benefit from Azure in-place virtual machine migration that only pauses them for up to 30 seconds, while the local temporary disk and memory state are preserved. Your virtual machines already benefit from this capability for certain critical security updates and, with an upcoming platform update later in 2016, we’ll eliminate the need for virtual machine reboot for most Host OS patches. Our goal is to eliminate the need for virtual machine reboots for all Host OS updates.

 

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 982 outros seguidores